TOLEDOL, o blog sobre RAC

Reportagem com Auxílio do Computador (RAC) e jornalismo investigativo

Números bem cozidos

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo divulgou ontem que a taxa de mortalidade infantil paulista caiu à metade em 13 anos. A notícia chegou às primeiras páginas. Mas os 13 anos me chamaram mais a atenção do que a queda abrupta. Se é para ser aleatório, por que 13? Por que não 3? Bem, porque se fôssemos comparar os últimos três anos a notícia seria outra: há estabilidade na mortalidade infantil no Estado de São Paulo desde 2005. A taxa chegou a 13,0 mortos por mil nascidos vivos naquele ano, variou positivamente para 13,2/mil no ano seguinte, voltou a 13,0/mil em 2007 e baixou um pouquinho, para 12,5/mil no ano passado. Ou seja, não há três pontos consecutivos na mesma direção na curva recente da mortalidade infantil paulista, o que nos impede de falar em tendência.

O maior mérito foi de quem conseguiu derrubar a taxa de 24,5/mil em 1995 para 13,0/mil em 2005. Ih! Mas isso foi em outro governo! Sorry.

E por que a tendência de queda não se manteve de 2005 para cá? Porque é mais fácil derrubar a mortalidade infantil das crianças de 30 dias até 1 ano de vida. Muitas dessas mortes são evitadas com medidas baratas, como a difusão do soro caseiro como remédio contra desidratação, ou por efeito da expansão da rede de água e esgoto. Foram essas mortes que caíram até agora, dramaticamente. O problema é reduzir a mortalidade das crianças com menos de um mês de vida e, principalmente, a mortalidade das com menos de uma semana. Aí são necessárias várias políticas públicas combinadas, investimentos na saúde materna, equipamento e treinamento das unidades de obstetrícia, controle das infecções hospitalares. É caro e complicado.

À medida que a eleição presidencial de 2010 se aproxima, os jornalistas precisamos estar ainda mais atentos às divulgações de estatísticas governamentais, sejam federais, estaduais ou municipais. Sem um olhar crítico sobre os números, a chance de comermos um prato requentado é grande.

Anúncios

Written by Jose Roberto de Toledo

16/07/2009 às 18:12

Publicado em Jornalismo Investigativo

Tagged with

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Excelente análise, Toledo. Seu blog é muito interessante. Vou salvar entre meus favoritos.
    Abraço.

    André Sartorelli

    20/07/2009 at 11:03

  2. Ótimo, Toledo, ótimo! Vou sugerir a releitura dos dados como pauta aqui na Vejinha. Um abraço,
    Caio

    Caio Barretto Briso

    16/07/2009 at 20:26


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: