TOLEDOL, o blog sobre RAC

Reportagem com Auxílio do Computador (RAC) e jornalismo investigativo

O segundo passo de um banco de dados

Me perguntam se é fácil exportar conteúdo do Evernote -para o caso de você querer trocar o software do seu banco de dados. A pergunta é boa porque expõe uma das deficiências do Evernote: ele só exporta as notas contidas nele em um formato que só abre no… Evernote.
Pedi a um amigo para tentar descobrir um jeito de converter esse arquivo para um formato mais universal, mas ainda não tive resposta. Se alguém souber uma saída, por favor, publique um comentário aqui.
Moral da história: se você já souber de antemão que pretende migrar suas notas do Evernote para outro aplicativo, melhor já começar em outro aplicativo tipo Zoho (link ao lado). É o caso por exemplo de quem pretende fazer uma base de dados sobre fontes: melhor usar o Zoho Creator.

Anúncios

Written by Jose Roberto de Toledo

17/07/2009 às 10:05

Publicado em banco de dados

Tagged with

7 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. A opção nesse caso é entre um banco estruturado (que toma mais tempo pra criar e manter) e um só “texto” (mais simples de manter, mas que permite menos cruzamentos). Depende do fim e do perfil de cada um, concorda? A maioria das pessoas — e dos jornalistas — se dariam melhor com um banco mais simples, se o interesse for só juntar informações. Pra cruzá-las, são outros 500. E, salvo engano, o Bento é só pra Mac.

    Murilo

    21/07/2009 at 14:43

  2. Moral da história: começar no FileMaker?

    Dizem até que dá pra baixar a versão completa sem ter de pagar os $299…

    Rafael

    20/07/2009 at 20:01

    • Depende do perfil de cada um
      Na minha experiência, a maioria dos jornalistas não vai se dar bem, de cara, com o FileMaker, por ser menos intuitivo. Talvez o Bento, uma versão simplificada e cheia de templates prontos, possa ser uma porta de entrada para o mundo dos bancos de dados relacionais.

      zerotoledo

      21/07/2009 at 7:18

  3. Toledo, o Evernote não é estruturado, então não é exatamente o mesmo que o Zoho Creator. Se fosse pra comparar, seria o Zoho Notebook ou até o Wiki. E o Evernote (para windows, pelo menos) permite exportar em HTML, que é razoavelmente bom pra um banco não estruturado.

    A maior vantagem do Evernote é poder usar offline tanto em mac, iphone/pod e pcs.

    Abraço,
    Murilo

    Murilo

    17/07/2009 at 13:19

    • Sim, Murilo, vc tem razão. Mas quem está começando a montar um banco de dados fica na dúvida sobre qual programa deve usar para qual finalidade. Várias pessoas me perguntaram isso, daí o post.
      O que tentei explicar é que, dependendo da finalidade, melhor já começar com outro programa de cara. Porque exportar do Evernote, mesmo em html, dá um trabalhão depois para migrar para um FileMaker da vida. A não ser que achemos um conversor que funcione. Os que teste até agora não deram certo.

      zerotoledo

      17/07/2009 at 13:37

  4. Sr Zero Toledo, parabéns pelo blog!!

    Eblak

    17/07/2009 at 11:07

    • Obrigado, Eblak. Apareça sempre.

      zerotoledo

      17/07/2009 at 13:04


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: