TOLEDOL, o blog sobre RAC

Reportagem com Auxílio do Computador (RAC) e jornalismo investigativo

Ferramentas para usar o Twitter no jornalismo

Em sua coluna no portal IJNet (International Journalists Network), Amy Webb indica algumas ferramentas online para ajudar os jornalistas a acompanharem as principais tendências de notícias e temas nas redes sociais. Boa parte delas usa o Twitter como referência. Eis as duas mais interessantes:

  • Tweetmeme mostra quais páginas de web receberam mais links em posts no Twitter, seja nos últimos minutos, seja nas últimas 24 horas ou na última semana. Dá para filtrar por notícias, fotos e vídeos, por exemplo. Ou por temas: entretenimento, negócios, política, tecnologia, esportes e por aí vai. Um exemplo: quando esta nota estava sendo escrita, o link sobre política mais popular no Twitter era uma matéria do HuffingtonPost sobre uma pesquisa que aponta que menos da metade dos republicanos acredita que Obama nasceu nos EUA…
  • #hashtags permite que você saiba quais são os assuntos mais populares do momento, ou da semana, ou do mês com base no uso de tags (palavras-chave) em posts no Twitter. Você pode ainda pesquisar uma tag específica para ver quantas vezes ela foi usada nos últimos dias. A pesquisa pela tag #ff, por exemplo, teve 19 mil usos nesta sexta, contra apenas 166 no dia anterior (claro, pois FF é Following Friday, a tag usada às sextas-feiras pelas pessoas para dizer quem estão seguindo naquela semana.
Anúncios

Written by Jose Roberto de Toledo

31/07/2009 às 19:39

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Ótima dica!

    Daiane Tamanaha

    04/08/2009 at 1:00

  2. No Brasil, o twitter a cada dia vem ganhando mais espaço entre internautas. Mas, muita gente ainda confunde a ferramenta como uma espécie de orkut. Isto tem irritado muita gente que acaba por deixar de seguir essas pessoas.

    Tem muita gente também que acha o máximo ser adiconado por qualquer pessoa e ficam implorando os amigos para indicá-lo a outros twitters.

    Desse forma, valorizam a quantidade em detrimento da qualidade. O twitter tem outra lógica completamente distinta do orkut. Um dia, acho que irão perceber

    Wagner Barbosa

    02/08/2009 at 0:00


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: