TOLEDOL, o blog sobre RAC

Reportagem com Auxílio do Computador (RAC) e jornalismo investigativo

A internet e o ringue de vale-tudo eleitoral

Este blog anda meio sonolento devido à concorrência. Iniciei um blog sobre pesquisas eleitorais e outros números sobre a eleição no Estadão: Vox Publica. Ele tem me tomado mais tempo do que imaginava, especialmente para moderar centenas de comentários furiosos de todas as cores, matizes e orientações. Isso é normal e, de certo modo, esperado.

Mas me chamou a atenção para o papel de ringue de combate que a internet já está desempenhando na eleição. Não custa muito para partidos, lobbies e campanhas mobilizarem militantes e contratarem escribas para ocupar os espaços destinados ao debate político-eleitoral na web e nas ditas redes sociais. Analisando a origem dos comentários feitos em blogs, vê-se que há pessoas que gastam tanto tempo escrevendo que é difícil imaginar que tenham outra ocupação que não essa.

Outros assumem múltiplas personalidades que elogiam-se a si próprias. Presenciei um caso curioso: sem perceber que os comentários eram moderados, e que portanto a publicação pode demorar, um dos internautas elogiou um comentário de outra sua persona que ainda não havia ido ao ar… Ao perceber a gafe, me acusou de ter supostamente retirado-os do blog.

O conteúdo dos comentários também mostra que boa parte dos reincidentes privilegia o discurso agressivo, quando não calunioso. Claro que isso se explica pelo conforto do anonimato que a internet proporciona. Mas também é o canal por onde campanhas podem desaguar as acusações que não ficariam bem na boca do candidato e, às vezes, nem da de suas linhas auxiliares.

Já fiz um pouco de tudo no jornalismo, mas é a primeira vez que me vejo no papel de juiz de vale-tudo.

Anúncios

Written by Jose Roberto de Toledo

22/02/2010 às 13:49

6 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Já faz tempo – pelo menos desde 2005 – que a internet virou esse fla-flu. E não tenho dúvida de que muitos dos comentaristas são pessoas treinadas e remuneradas para participar desse tipo de “discussão” política. Deve ganhar mais quem grita mais alto…

    No blog da Ana, o Novo em Folha, há um caso curioso que assina como “Brunitz”. Ele vê alguma matéria de denúncia contra algum serviço ou pessoa ligado ao governo Lula e vai lá acusar a Folha de serrista. Só que toda santa vez ele fala alguma coisa que é o contrário do que está publicado no jornal, chega a ser engraçado.

    Meu pai o definiu com precisão: é um pichador. Nunca leu ou retrucou nenhuma das minhas respostas, nem se importa de ter dito mentira em seus comentários. Vai lá, picha e vai embora, pra voltar daí a alguns dias e provocar de novo.

    Enfim, cada um ganha salário como pode…

    Cris

    02/03/2010 at 16:22

  2. Eu chamos esses caras de “cachorros loucos da internet” e o que eles fazem é briga de rua. Vale-tudo tem lá suas regras.

    Plínio

    28/02/2010 at 19:18

  3. Como ‘editor’ de um blog de notícias culturais há 5 (c)anos (risos) já me deparei com situações semelhantes, pra não dizer piores. A sugestão do Rafael é boa. Costumo comparar IP’s dos comentários / comentaristas. Já tive cada surpresa…

    Pinna's

    22/02/2010 at 14:43

  4. Putz. Elogiar a si próprio. Essa é f*da.

    No sistema de blog do Estadão tem como comparar IPs dos comentaristas, Toledo? Pode ser uma boa. abs!

    Rafael

    22/02/2010 at 14:25


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: