TOLEDOL, o blog sobre RAC

Reportagem com Auxílio do Computador (RAC) e jornalismo investigativo

Gráfico da corrida presidencial – todos os institutos – março 2010

O gráfico abaixo mostra que não devemos ignorar margens de erro ao analisar o desempenho dos candidatos. Reforça também que é mais importante olharmos as tendências do que as oscilações momentâneas. Como eu aponto no blog vox publica, no Estadão, as pesquisas do Ibope têm divergido das dos outros institutos no que se refere a José Serra. Um mostra o tucano estável, os demais apontam queda.

Apesar de os institutos usarem metodologias distintas, o fenômeno que eles medem, a intenção de voto do eleitor, é o mesmo. Logo, no longo prazo, todos devem mostrar a mesma coisa. Afinal, não é porque muda a marca do termômetro que a febre deve ser diferente.

A diferença entre Ibope e Datafolha no que se refere ao percentual de Serra está dentro da margem de erro: no Datafolha o tucano poderia ter entre 30% e 34%, enquanto no Ibope ele pode ter entre 33% e 37%. Além disso, as pesquisas foram feitas com cerca de dez dias de intervalo. O que importa são as tendências. Se isolarmos cada instituto, Serra apresenta queda no Datafolha e no Vox Populi. No Ibope, embora tenha oscilado sempre para baixo, a diferença percentual entre as pesquisas está dentro da margem de erro.

Abaixo, vê-se o mesmo gráfico, acrescido das linhas de tendência de cada candidato, calculada pela média móvel das últimas cinco pesquisas. Percebe-se a queda de Serra, o crescimento de Dilma Rousseff, a queda de Ciro Gomes e a estabilidade de Marina Silva.

Logo, ou Ibope está demorando para detectar uma queda de Serra, ou os demais institutos estão no limite inferior da oscilação do tucano, identificando uma queda maior do que a real. Não é possível ser categórico para apontar uma resposta a essa questão. Só as próximas pesquisas poderão dizer qual a tendência correta.

Anúncios

Written by Jose Roberto de Toledo

17/03/2010 às 10:43

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Toledo, acho que esse gráfico mais embaralha do que esclarece. Afinal, estamos misturando alhos com bugalhos, metodologias e amostragens diferentes. Neste gráfico até parece que o Serra está crescendo, quando sabemos que está em queda.

    Abraços
    Ailton

    Ailton

    17/03/2010 at 11:30

    • Não é porque um dado foge da curva que nós vamos ignorá-lo. Creio que, ao contrário, é importante mostrar os conflitos para tentar explicá-los. É o que tento fazer em post no outro meu blog, o http://www.voxpublica.com.br.
      Obrigado pela crítica.

      zerotoledo

      17/03/2010 at 11:38

  2. […] Saiu a última pesquisa Ibope. José Serra tem 35%. Dilma tem 30%. Abaixo, um gráfico produzido pelo jornalista José Roberto Toledo que mostra o comportamento das intenções de voto dos candidatos, a partir das pesqusias de todos os institutos. Tirei daqui. […]


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: